Leads: o que são e como gerar?

Para quem atua na área de marketing digital, o termo leads deve soar, no mínimo, familiar. No entanto, nem todos sabem a que ele se refere e qual a sua relevância.

A definição do termo

A palavra lead pertence a língua inglesa. Sua tradução literal significa “conduzir”. Quando utilizada em uma frase, seguida da preposição “to”, transforma-se na locução “to lead”, que pode ser traduzida como “leva à”.

Portanto, as palavras lead ou leads estão relacionado ao ato de conduzir algo ou alguém a uma ação ou a algum lugar.

No contexto do marketing digital, os leads são como indicações de pessoas ou empresas, interessadas em adquirir produtos e serviços. Essas pessoas precisam ser conduzidas pelas marcas.

Em termos mais simples, leads são pessoas que utilizando, alguma ferramenta via internet, chegaram até uma marca e fizeram algum contato. A missão do marketing digital é gerar sempre mais leads e torná-los qualificados.

Então leads são os visitantes de um site?

Não, não é isso. Existe uma diferença básica entre visitantes e leads. Há pessoas que, por exemplo, visitam o site de uma marca, mas não fazem nenhum cadastro, nem deixam algum tipo contato.

O mesmo ocorre em perfis redes sociais, quando um indivíduo somente visualiza a página, porém não faz nenhum tipo de interação, nem a segue ou curte.

Portanto, possuir um site com grande número de visitas, não é sinônimo de ter um bom número de leads e, principalmente, não garante vendas.

Para o marketing digital, isso pode ser denominado uma métrica de vaidade. O empreendedor pode até ficar satisfeito em possuir páginas com grande fluxo de visitas. Mas se as pessoas não entrarem em contato com a marca, não há como vender nada a elas.

Talvez a característica que mais diferencie um lead de um simples visitante, é que o lead, de alguma maneira, está ao alcance de uma empresa, tornando-se um cliente em potencial.

A partir do momento que um indivíduo curte uma fanpage ou faz algum cadastro em site, deixando ao menos o seu endereço de e-mail, é possível estabelecer um relacionamento com ele.

Por consequência, quando há maneiras de divulgar produtos e serviços ao lead e de ter acesso às suas informações, as chances dele ser, de fato, um cliente da marca, são bem maiores.

A importância de gerar leads

O que ocorre em alguns casos é que, mesmo tendo esses pontos esclarecidos, alguns empreendedores não reconhecem a importância de gerar leads.

Cabe a quem atua na área de marketing digital mostrar que, em um mercado tão competitivo, principalmente no ambiente online, é fundamental gerar sempre mais leads.

Quanto maior for o número de leads, maiores são as probabilidades de angariar novos clientes e aumentar as margens de vendas.

É necessário encontrar soluções para transformar o maior número possível de visitantes de um site em leads. Oferecer informações relevantes e buscar manter um bom relacionamento com os possíveis clientes, são formas indicadas de fazer isso.

Consumidores que identificam em uma marca, características como um bom atendimento e iniciativa na hora de esclarecer dúvidas, são mais propensos a comprar e a fazer negócios.

Lembrando que, se desde o momento da visita em um site ou perfil em rede social, o consumidor se identifica com a maneira de atuar da marca, o provável é que ele resulte em um cliente fiel.

Como gerar leads

Já falamos sobre a definição do termo e sobre as características dos leads. Também salientamos a importância de gerar leads.

Provavelmente, você esteja se perguntando agora, como gerar leads de maneiras eficazes. Vamos lá.

 

Leia também: Inbound marketing, como usá-lo em sua empresa?

 

Gerar leads pode ser uma tarefa difícil para quem desconhece o próprio target. Ter claro do que se trata o seu produto ou serviço, e para quem ele deve ser comercializado deve o primeiro passo para qualquer estratégia.

As marcas que apostam no marketing digital precisam alinhar sua comunicação com as necessidades do possível cliente. É indispensável que uma página oficial ou em rede social fale a língua do público-alvo.

 

Marketing de conteúdo para gerar mais leads!

 

Quando um indivíduo visita o ambiente virtual de uma empresa, se identifica e compreende a linguagem utilizada por ela, é muito provável que ele deixe alguma informação pessoal ou a sua curtida.

Outro ponto importante: Para fazer com que uma pessoa saia da posição de visitante e passe a ser um lead, o mais indicado é investir na criação de conteúdo de qualidade.

Quem nunca teve a sensação de ter sido enganado ao visitar um site? Algo motiva a acessá-lo e, chegando lá… o seu conteúdo não empolga!

 

leads

 

Isso é muito comum e soa como aspecto negativo para uma marca. Resulta que o produto ou serviço comercializado por ela talvez nem seja ruim. No entanto, as informações do site não souberam vendê-lo.

 

Algumas técnicas para gerar mais leads

 

Criar conteúdo como artigos publicados em blogs, vídeos, imagens e postagens interativas em redes sociais, são armas poderosas para gerar leads. O visitante deve se sentir impulsionado a sair de uma posição passiva e disponibilizar seu contato à marca.

Textos escritos com técnicas de SEO, finalizados com um call to action – aquela assinatura, que convida o visitante a deixar um contato, por exemplo -, é um modo de convence o visitante a se tornar lead e também de aumentar o tráfego de uma página.

Apostar em newsletters também costuma funcionar para quem quer gerar leads. Para isso, deixar uma barra de fácil visualização no seu site, convidando os visitantes a cadastrarem o seu e-mail e recebê-las, é fundamental.

Ainda há a possibilidade de criar e-books. Disponibilizá-los para quem também cadastrar seus dados no site, é uma maneira inteligente de atrair visitantes e gerar leads.

Com popularidade das redes sociais no Brasil, é importante investir na criação de conteúdo e no bom atendimento por meio delas. Assim, é possível impulsionar os visitantes a darem o seu like e a fazer comentários, transformando-os em leads.

Leads qualificados

Depois de conseguir o contato dos leads, é necessário qualificá-los, oferecendo a eles conteúdo específico.

Essa ação ajuda a diferenciar os indivíduos mais propensos a se tornar clientes da marca, daqueles que estão apenas recebendo informações, mas, por algum fator externo, não pretendem adquirir nada.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *